Presidente da ACS, Milton Vieira visita Santos e é entrevistado pelo programa ZR News


Na última quarta-feira (20/04), o Presidente da ACS, Milton Vieira acompanhado do vice-presidente e vereador da cidade de Santos, Sérgio Santana, participaram do Programa ZR News, no litoral, na cidade de Santos-SP.
O programa comandado pelo apresentador Zerri Torquato, trouxe várias discussões, comentários e debates acerca da segurança pública, da corporação dos policiais militares e também, da nova gestão da ACS. A única intenção do Presidente, com essa visita à todos os veículos de comunicação do Litoral, foi levar uma mensagem de encorajamento e esperança de melhorias à todos os Policiais Militares.
Milton deseja aproximar-se dos policiais e promover um diálogo formando um elo permanente entre associação e associado pois, acredita que através de uma boa administração, é possível representa-lo de forma digna.
Durante o debate, o vice-presidente da ACS, Sérgio Santana, falou sobre a questão da segurança pública na cidade de Santos, na qual, ele também é vereador. Tratando-se de um programa democrático, Sérgio opinou sobre a falta de tranquilidade e a quantidade de usuários de entorpecentes, no entorno do túnel VLT, situado no bairro José Menino. Os problemas, de acordo com o jornal A Tribuna, vão desde a perturbação do sossego público até o acúmulo de lixos além, do risco de furtos e assaltos. Diante deste questionamento, o vereador acredita que é lamentável essa questão estar evidente há tantos anos, e entende que falta mais vontade política para solucionar este problema.
“ eu faço eco dentro da minha função, mas o governo não ouve; tanto o bairro José menino, Marapé e Gonzaga estão tomados por moradores de ruas, e a utilização dos produtos químicos como drogas e entorpecentes é um problema social, mas também falta a parceria e união entre o Governo Municipal e Estadual” , falou Sérgio Santana.
Dentro da mesma pauta, a ZR News passou a palavra ao Presidente da ACS onde ele afirmou a ausência do Estado em estar trabalhando junto com o Município de forma mais severa, e reiterou em defesa da polícia militar de Santos, dizendo que o problema de drogas cabe à polícia investigativa e civil trabalharem numa força tarefa, juntamente com a prefeitura e o Estado pra tentar sanar essa questão.
Milton Vieira, ao ser questionado sobre o alto índice de suicídios da polícia militar, mostrou-se solidário e colocou a ACS à disposição de todas as demandas pendentes, e falou sobre a nova estrutura da entidade no que se refere à necessidade do associado. A ACS está de portas abertas para promover um atendimento de qualidade com profissionais na área de psiquiatria com Doutor Curi, e entende o nível de stress que o policial tem no seu dia a dia.
Além de deixar claro que está sendo feita uma orientação à todos os policiais para que observem seu companheiro de viatura ou de plantão, a fim de verificar se existe alguma alteração comportamental, e também estar atento aos sinais. A ACS fará de tudo para o projeto alavancar de vez.
“Queremos o associado presente na ACS e mostrar à ele um universo de possibilidades que vai favorece-lo”, exclamou Milton Vieira.
Concluindo, a Associação de Cabos e Soldados de São Paulo será a mãe que acolhe o policial e sua família, com projetos importantíssimos para uma vida mais digna. Além, de manter-se comprometida em cumprir tudo que está em pauta desta nova gestão; unindo-se assim o TRIPÉ principal para a associação: Dep. Jurídico, Social e Marketing.
O presidente encerrou dizendo: “ vamos olhar para a polícia com bons olhos e subir a moral desses homens, pois eu vou lutar por eles porque amo minha corporação”.