Presidente e Diretores da ACS recebem comenda do 3º BPM/M


Hoje, (21/06), pela manhã foi dia de reconhecer os esforços daqueles que estão há mais de 15 anos em defesa da população. A história do 3º Batalhão de Policiamento Militar Metropolitano começou em 14 de julho de 1970, quando o então Governador Abreu Sodré extinguiu a Força Pública e a Guarda Civil, criando a Polícia Militar do Estado de São Paulo. Na época, foram formados 15 novos batalhões, e este foi intitulado 21º Batalhão, com 41 oficiais e 582 praças, respondendo pelas regiões do Ipiranga, Sacomã e Vila Prudente. Atualmente chamado de 3º BPM/M, abrange parte da zona sul e está subordinado ao CPA-M/2.

A Solenidade do quinquagésimo segundo aniversário do Batalhão aconteceu no Templo da Igreja Universal, localizado na Vila Mariana e foi uma manhã repleta de emoção para muitos policiais, que receberam o reconhecimento do comando com láureas de mérito pessoal.

Desse modo que o Diretor Financeiro da ACS, Gilson Braga, e o assessor do Conselho Fiscal, Valter Luís Dreger, oriundos desse batalhão, receberam a comenda Challenger Coin, a medalha do desafio. O nosso Presidente, Milton Vieira, também foi homenageado com a comenda, veteranos que não foram esquecidos por seus serviços prestados.

O vice-presidente da Associação, Sérgio Santana, recebeu o Brasão daquela unidade policial e o Certificado de Amigo do 3º Batalhão.

O Coronel PM Érik Gomes Bento, que comandou o 3º BPM/M nos últimos seis anos, assumiu agora o CPA-M/2 e entrou para a Galeria dos Comandantes numa bonita homenagem.

 

A ACS AGRADECE A HOMENAGEM E PARABENIZA PELOS 52º ANIVERSÁRIO!

 

Estandarte contendo a foto do ex comandante. Presidente com o Comandante do 3ºBPM/M
Ten Cel PM Flávio Olivetti
Vice presidente da ACS Sergio Santana, Diretor de Finanças Gilson Braga, Presidente da ACS Milton Vieira, Comandante do CPA/M-2 Cel PM Érik Gomes Bento e o Acessor do Conselho Fiscal Valter Luis Dreger. Diretor de Finanças Gilson Braga, Presidente da ACS Milton Vieira e o Acessor do Conselho Fiscal Valter Luis Dreger.